Move Lab

Avaliações Físicasequipe Médica especializada.

Avaliação da Força Muscular Respiratória

A boa funcionalidade da musculatura respiratória é de suma importância para praticantes de corrida e ciclismo, os quais apresentam um aumento significativo da ventilação pulmonar durante a prática esportiva. Desta forma, a baixa capacidade em termos de força e resistência dos músculos da respiração pode impactar negativamente na performance em modalidades como a corrida e ciclismo.

A detecção dessa deficiência permite uma prescrição de exercícios específicos para ganho de capacidade respiratória e, consequentemente, melhora da performance no esforço.

Teste de Limiar de Lactato aplicado ao Ciclismo

O limiar de lactato se caracteriza como a zona do exercício onde o organismo passa gerar uma quantidade de lactato maior do que ele é capaz de reabsorver sendo o limite do equilíbrio entre a produção e remoção desse subproduto do exercício. Acima desse valor, o excesso de lactato irá indicar indiretamente um aumento no desgaste e perda da eficiência muscular na produção de energia.

O teste consiste na medida do lactato sanguíneo seriado com o objetivo de mensurar a carga de trabalho e frequência cardíaca correspondente ao ponto onde a concentração de lactato perde a linearidade e começa a subir de forma acentuada.

A análise na curva de lactate nos permite estabelecer as zonas e faixas de treinamento físico, potencializando ganho no desempenho para o ciclista.

Avaliação do Desempenho Aeróbio aplicado ao Ciclismo (Ergoespirometria aplicada ao Ciclismo)

A avaliação do desempenho aeróbio é realizada por meio do teste cardiopulmonar em bicicleta, onde são obtidos dados importantes para o desempenho no ciclismo como o consumo máximo de oxigênio (VO2 máx.), os limiares metabólicos (limiar aeróbio e anaeróbio e a cadência correspondentes . Estes parâmetros ajudam a otimizar a rotina de treinamentos, uma vez que definem com precisão a zona-alvo para a obtenção de melhores resultados.
O VO2 máximo é um parâmetro de como está a aptidão cardiorrespiratória do atleta. Trata-se do volume máximo de oxigênio que o corpo consome durante a realização do exercício físico. Quanto maior é o VO2 máximo, mais condicionado é o atleta.
Os limiares ventilatórios permitem avaliar a relação entre o metabolismo aeróbio e anaeróbio no fornecimento de energia durante o exercício físico. Em termos práticos, este parâmetro avalia a intensidade do exercício no qual o fornecimento de energia através do metabolismo anaeróbio se intensifica de modo importante
A cadência de pedalada é uma variável do gesto motor no ciclismo. A cadência influencia a performance e diversas respostas fisiológicas ao esforço para uma dada potência gerada. Saber a cadência ideal permite melhorar a eficiência (custo energético para uma determinada potência submáxima) energética.

Avaliação da Taxa metabólica de Repouso (Calorimetria Indireta)

A calorimetria indireta é o exame utilizado para medir a taxa metabólica de repouso (quantidade mínima de calorias de que seu organismo precisa para funcionar). O organismo consome uma quantidade fixa de oxigênio a cada caloria oxidada. Pela diferença entre a quantidade de oxigênio no ar inspirado e expirado, o exame calcula de modo preciso o dispêndio calórico do organismo.

Além disso, o exame mensura a quantidade de gordura e carboidrato que está sendo metabolizada no estado de repouso.

Por exemplo, pessoas com metabolismo lento (abaixo da variação normal) têm mais facilidade de ganhar peso, pois necessitam de menor quantidade de alimentos para suas funções orgânicas. Nestes casos, várias estratégias de tratamento como o tipo de dieta, uso de suplementos e algumas mudanças de estilo de vida podem ser utilizadas para promover um aumento do metabolismo de repouso e consequente melhora dos resultados.

Consulta com Fisiologista do Exercício

A fisiologia do exercício é uma ciência que estuda como o organismo se adapta fisiologicamente as respostas agudas e crônicas das demandas físicas impostas pelo treinamento físico.

Traga o seu técnico na sua consulta com o fisiologista, Dr. Danilo Prado. Ele irá explicar para vocês os resultados obtidos nos testes e sugerir adaptações, com base na sua fisiologia, que irão contribuir para um melhor aproveitamento da sua planilha dentro do ciclo de treinamento.

Teste de FTP

O FTP é uma sigla inglesa que significa  “Functional Threshold Power”.  Em português Podemos chamar de limiar funcional de potência e representa  a potência média gerada e sustentada pelo ciclista, de forma estável,  por um período de 60 minutos,  sem entrar na zona de fadiga. Ele é obtido por meio de um protocolo específico e é expresso em potência. Com esse dado, o seu técnico consegue estabelecer, com mais precisão, as suas zonas de treinamento, de acordo com o seu objetivo.