O Açaí é muito Calórico?

O açaí é uma palmeira que produz um fruto na cor roxa, originário da mata nativa da Amazônia. Hoje também é cultivado em diversos outros estados brasileiros, e foi introduzido no resto do mercado nacional durante as décadas de 1980 e 1990. Os estados do Pará e Amazonas, no Brasil, são os maiores produtores da fruta, e são responsáveis por mais de 85% da produção mundial. Na região norte do país o açaí é consumido em receitas salgadas com tapioca, farinha e em receitas de pirão. Também é consumido na forma de sucos, cremes e sorvete. Sua polpa natural tem sabor forte e terroso, não muito apreciado por aqueles que consomem os açaís que encontramos, geralmente, nos supermercados, principalmente nas regiões Sul e Sudeste do país.
É um alimento muito nutritivo que pode ser encaixado em qualquer dieta, apesar de ter a fama de ser alimento muito calórico: cada 100g da fruta ou polpa pura tem em média 60-70kcal, tem baixo teor de carboidratos, tem baixo índice glicêmico e alta densidade nutritiva:

  • Rico em vitaminas A (faz bem para pele, cabelos e visão), B1 e B2 (atua na formação de ATP, gerando energia para nosso organismo), C (fortalece o sistema imune), E (poderoso antioxidante, ajuda no combate aos radicais livres).
  • Fibras: melhora o funcionamento do intestino e, junto aos ácidos graxos, promove saciedade, com baixo impacto nos níveis de insulina, uma vez que possui baixo índice e carga glicêmica, sendo uma ótima opção para qualquer tipo de dieta, inclusive as que visam a perda de peso.
  • Gorduras: prevalece o ácido graxo monoinsaturado oleico (fonte de gordura boa para o organismo), o mesmo encontrado no azeite de oliva, com efeito cardioprotetor, melhorando a relação HDL / LDL.
  • Minerais essenciais para a manutenção e saúde do nosso organismo: cálcio (contração muscular natural, comunicação dos impulsos nervosos pelo nosso corpo e na formação óssea), magnésio (geração e utilização de energia pelo organismo), cromo (para a boa atuação hormonal de insulina e diminui a vontade de consumir doces), manganês (oxidante e necessário para a formação óssea).
  • Ação antioxidante: rico em compostos fenólicos que possuem atividade antioxidante e anti-inflamatória. Entre esses compostos, destacamos as antocianinas, responsáveis pela cor escura da fruta, que atua na prevenção de câncer, de doenças cardiovasculares, de processos alérgicos, de doenças neurodegenerativas e aumento da longevidade, combatendo os radicais livres.

No mercado existem diversas opções: polpas congeladas com e sem açúcares de adição, com banana verde, com café… Quando consumir prefira os sem adição de xaropes, mel ou qualquer outro tipo de açúcar, e a quantidade e frequência devem ser ajustadas ao seu cardápio!

Cuidado com os extras: frutas, granolas, leite em pó, whey protein, castanhas: todos esses complementos adicionam calorias (nem sempre necessárias e boas).
Moderação é a chave!

Camila Saviano
Nutricionista da Clínica Move

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Style switcher RESET
Color scheme