Neuromodulação

Neuromodulação é uma técnica utilizada para modificar o funcionamento das redes de neurônios de uma determinada área que são responsáveis por determinadas funções.

neuromodulacao

Os neurônios são as células capazes de receber e enviar informações entre o cérebro e o restante do corpo.

Existem técnicas de neuromodulação invasivas e não invasivas.

A Fisioterapia utiliza métodos não invasivos associados aos exercícios para otimizar a reabilitação e facilitar o processo de aprendizado motor. Esse é um processo que ocorre naturalmente no nosso dia a dia, porém com a neuromodulação é possível acelerar esse processo.

Aplicações com corrente elétrica ou campos magnéticos são os métodos mais comuns e que apresentam bons resultados. A Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua (do inglês Transcranial Direct Current Stimulation, ou tDCS) é uma corrente polarizada de baixa intensidade (no máximo 2mA) capaz de influenciar grupos de neurônios facilitando ou dficultando suas ações, dependendo do efeito desejado.

Com esses efeitos de inibição e facilitação das conexões e disparos de informação nos neurônios é possível produzir efeito modulatório na região tratada, auxiliando o tratamento convencional. Essa é a vantagem da neuromodulação, conseguir respostas à tratamentos de forma mais rápida e às vezes com mais eficiência.

Existem diversos protocolos de tratamento que mostram bons efeitos relacionados à neuromodulação para as seguintes patologias:

  • Dor crônica
  • Fibromialgia
  • Espasticidade
  • Distúrbios do movimento (ataxia, Parkinson, distonia)
  • Sequelas motoras de AVC
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Fadiga Crônica

A neuromodulação não é uma promessa de cura e não é 100% eficaz, porém mostra excelentes resultados comparados a tratamentos convencionais. Inclusive, alguns estudos mostram que mesmo em determinadas condições que não respondem aos tratamentos convencionais, a neuromodulação pode produzir bons resultados.

 

Segurança do Tratamento

A fisioterapia já usa correntes elétricas há muito tempo para diversas finalidades, e essa técnica só veio esclarecer e aumentar as possibilidades de tratamento.

A Neuromodulação já tem sido bem estudada em relação a segurança e algumas publicações já trazem diretrizes para garantir o uso seguro da técnica. Seguindo essas medidas podemos aproveitar os benefícios sem medo de efeitos indesejáveis.

Com algumas medidas de segurança conseguimos uma aplicação sem preocupação. Quem é submetido a esse tratamento deve evitar:

  • Privação de sono;
  • Medicações ou substâncias com ação conhecida no sistema nervoso central ou que produzam efeito estimulante;
  • Procedimentos que possam causar irritação na pele.

Existem algumas contraindicações que também ajudam a prevenir eventos adversos, que são:

  • Presença de tumor na região a ser tratada
  • Lesão de pele no local escolhido para o tratamento
  • Falhas de continuidade óssea no crânio
  • Presença de implantes com componentes metálicos ou eletrônicos no local estimulado
  • Dores de cabeça sem causa diagnosticada
  • Gravidez

Ainda assim, vermelhidão e coceira, durante ou logo após a estimulação, podem ocorrer com frequência, porém ambos são reversíveis após alguns minutos.

Para detalhes, entre em contato com a recepção (11-38844340 ou 11-25327161)

Abrir Chat
Precisa de Ajuda?