Ultrassonografia reumatológica foi fundamental para o diagnóstico correto de Kim Kardashian

A mídia noticiou amplamente sobre o (possível) diagnóstico de Lupus e Artrite reumatoide recebido por Kim Kardashian, com base em exames laboratoriais. No meio reumatológico, esses diagnósticos foram questionados. Com base nas informações divulgadas, apenas os auto-anticorpos eram positivos, mas sabemos que esse achado não é suficiente para um diagnóstico definitivo dessas duas doenças.

Outro fator de confusão foi o histórico de psoríase que Kardashian havia divulgado previamente. A psoríase, doença autoimune inflamatória da pele, é um forte fator predisponente para a artrite psoriásica (outra condição reumatológica que pode cursar com dor e inchaço das articulações).

Felizmente, a reumatologia vem se apropriando de métodos diagnósticos cada vez mais precisos para diferenciar doenças autoimunes semelhantes. Entre esses métodos está a ultrassonografia. Particularmente quando operado por reumatologista treinado, esse exame consegue identificar elementos específicos de cada doença, facilitando um diagnóstico preciso. Desta forma, o tratamento correto pode ser instituído prontamente, prevenindo lesões irreversíveis.

No caso de Kim Kardashian o exame foi realizado pelo Dr Ben Artzi, reumatologista americano que utiliza a ultrassonografia em sua prática clínica. Dr Artzi acalmou a paciente, demonstrando não haver evidências de Artrite reumatoide ou Lupus. Reforçou que provavelmente o quadro está mais relacionado a uma possível artrite psoriásica.

A literatura científica vem apresentando um crescimento exponencial de estudos conduzidos por reumatologistas especializados, demonstrando a aplicabilidade clínica dessa ferramenta em diversas condições reumatológicas. A alta sensibilidade da ultrassografia para detectar alterações articulares contribui para um diagnóstico precoce de todas as artropatias autoimunes (entre elas artrite reumatoide, artrite psoriasica, lupus, espondilite) e também de outras etiologias (como gota e “artrose”).

Fontes:
https://www.eonline.com/br/news/1073458/kim-kardashian-descobre-se-tem-lupus#photo-1007746

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2019/09/10/kim-kardashian-tem-exame-positivo-pra-anticorpo-da-lupus-ela-tem-a-doenca.htm

O que é Fibromialgia?

A fibromialgia é uma condição de dor crônica, em que os pacientes tem o seu limiar de dor alterado. A dor referida é em todo o corpo e nenhum local é poupado.

Os pacientes podem apresentar outros sintomas:

– Sono não restaurador (dorme mas não descansa)
– Alterações intestinais
– Dor abdominal
– Dor de cabeça
– Dificuldade de concentração
– Alteração da memoria
– Fadiga (um cansaço que não passa!)

Essa doença pode levar ao isolamento social, porque a sociedade tem pouca compreensão sobre a doença. Não há exames de sangue ou de imagem que mostrem a doença. Então os pacientes tendem a se isolar, por medo de julgamento, já que muitas vezes são considerados fracos e desmotivados.
Acho importante divulgarmos a doença, mas principalmente que há tratamento. É possível viver bem! Já não é mais como antes, a terapia medicamentosa evoluí muito, e hoje existe uma variedade de intervenções não medicamentosa que auxiliam muito no tratamento, e os resultados são animadores!

Temos 3 pilares no tratamento da Fibromialgia:
– Exercício físico aeróbio e força muscular com o fisioterapeuta ou professor de Educação Física
– Terapia cognitivo comportamental com o profissional da psicologia
– Medicamentoso com o médico Reumatologista

Além disso, há outras modalidades de terapia que tem ajudado muito:
– Ioga e Pilates
– Meditação mindfulness
– Tai Chi e Qi-gong
– Hidroterapia
– Acupuntura

Dra. Lorenza Silvério
Reumatologista da Clínica Move

Qual a diferença entre o Reumatologista e o Ortopedista?

As duas especialidades têm muito em comum e em alguns casos andam juntos no acompanhamento dos pacientes. Por isso é compreensível a dúvida que surge diante de uma queixa como dor no punho ou joelho: “ Marco consulta com o Reumatologista ou com o Ortopedista?”⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O que as une é o fato de ambas tratarem doenças que envolvem as articulações, ossos, músculos e estruturas como tendões e bursas. Talvez a maior diferença se encontre na formação médica de cada um. Enquanto o Reumatologista é clínico, o Ortopedista é cirurgião.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O Reumatologista lida com doenças articulares e musculoesqueléticas geralmente de caráter crônico (como artrose, gota, osteoporose, fibromialgia), além de doenças associadas a alterações da imunidade (como lúpus, artrite reumatoide e esclerodermia).⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

De modo geral, o Ortopedista lida com deformidades anatômicas (como pé torto, escoliose, luxação congênita do quadril), fraturas, tumores ósseos, traumas e lesões associadas ao esporte.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Existem algumas condições que são comumente diagnosticadas e tratadas por ambos, como bursites, tendinites, síndrome do túnel do carpo e dores na coluna.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

As seguintes dicas são válidas na hora de tomar a decisão de com qual especialista passar:

  • Se a sua dor e/ou inchaço surgiu em uma articulação ou próximo a ela, principalmente após algum trauma (por exemplo, queda ou batida) e você suspeita de fratura, lesões ligamentares ou de menisco, procure um Ortopedista.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
  • Se a sua dor e/ou inchaço tem calor no local, começou há algum tempo, está presente em mais de uma articulação ou próximos a ela ou as dores são generalizadas, procure um Reumatologista⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Nos casos duvidosos, não há certo ou errado. Um bom profissional, independente da sua área de atuação, caso perceba que o problema está alem da sua expertise, encaminhará o paciente ao colega mais indicado e em alguns casos manterão acompanhamento conjunto. Reumatologista e Ortopedista não são concorrentes, mas sim especialistas complementares.

Dra. Taysa Moreira
Reumatologista da Clínica Move